Adeus, Supercordas

RSS
Partager

26 oct. 2008, 3h43m

aí, começou.
um sono de maracujá, eu quero ter para te sonhar.

não, não é puxa saquice. Eu realmente gostei desta banda. Qual o lance? a letra e o som, senão o que seria? Eu gosto desta óptica pós-moderna, contemporaníssima, que poucos ainda neste brasilzão de meu deus se tocaram. As cidades enfraquecem os homens. A natureza não é apenas um encontro de fim de semana, e tampouco um quintal de utilidades. A natureza é a natureza de nós mesmos. Essa é a interpretação que faço de ruradélica. è a interpretação que faço desta idéia de 'rural'.

i believe in the hype

quando o sol se põe...

gosto desta especialmente. Ela tem uma batida calma quieta quase de videogame em final de stágio

meu coração fica vazio...

mas o grande lance desta música não é apenas a letra, que me parece um exagero especialmente escolhido. Gosto porque, derrepente começa uma sequência de teclas de piano e um chimbal fechado, e surpreendentemente surge uma sequência animada, animada mesmo, à lá lady madona, e a música se inverte? Não. Ainda é a música quase píegas do começo, mas, pá taí, estou batendo as teclas no ritmo. E os pés tbm.

Penso que seja isso, afinal que eles queriam mostrar, que não há problema na tristeza, ela sempre acaba encontrando sua rival-amante-antipartícula equivalente, e derrepente talvez seja ela mesma. Tipo eros e psique do fernando pessoa.

peraê, começou o céu que você vê.

detesto cada metro de asfalto, ou de nuvens lá no alto, que me afastam de você
poderia até contar todos os passos, mas me deito nos terraços, vendo o céu que você vê.

êta refrão pegajoso.

mas contêm umas analogias físicas-quânticas geniais.

Começou Câncer.

Essa é a melhor. E é a final.
(guitarra perfeita, som catártico.)
Acordo sempre com disposição de manhã;

eu também... não tenho bebido, não tenho fumado, não tenho mordido. Na real, cada manhã amanheço mais novo. Mas parece que isso não basta para estar pronto para algo como você. Nada me prepararia para algo como você,

você não passa de uma pedra com limo.

e deparar com você foi um desequilíbrio em tantos aspectos! Foi um espectro de experiência, foi um tapa na cara, dizendo, não tua idade nada diz, tuas atitudes o fazem. Se você não passasse de uma pedra com limo no fundo do rio, eu deveria ter sido, agora percebo tão claramente que um sorriso assoma minha face, eu deveria ter sido a água

seu coração escapa como um sabão da minha mão
vou desistir, parei aqui, seu signo faz
meu câncer mais.

(Som perfeito, guitarra catártica)

e assim como a guitarra não para, e o som em fade out se vai aos poucos, prefiro que assim sejamos nós. Que nossas lembranças, todas tão boas, fiquem assim em fade out, aos poucos baixando o volume, e a gente nem perceba que seja fim...

Supercordas

Quando o Sol se põe
http://www.goear.com/listen.php?v=b012939

O céu que você vê
http://www.goear.com/listen.php?v=138cced

Câncer
http://www.goear.com/listenwin.php?v=85c4ced

Commentaires

Ajouter un commentaire. Connectez-vous à Last.fm ou inscrivez-vous (c'est gratuit).