Review - Oathbreaker + Ritual + Local Trap - Ex-Bar Underground, Porto - 21/02/2012

RSS
Partager

23 fév. 2012, 19h10m

Terça 21 Fev – Oathbreaker, Ritual, Local Trap

Reportagem ImagemDoSom - Mais fotos aqui.

A tour ibérica que reúne Oathbreaker e Ritual, dois ‘pesos pesados’ do hardcore underground europeu, passou pelo Porto para uma agradável ‘matiné’ no Ex-Bar Underground que apesar de pequenino provou ser acolhedor e fez-nos recordar os tantos concertos do género que por esse mundo fora acontecem em ‘pubs’ de dimensões semelhantes.
A mostrar que por cá também se faz bom hardcore, os Local Trap deram inicio ao ‘certame’.

Cada vez mais coesos os Local Trap parecem ter encontrado o rumo certo a seguir. O colectivo portuense apresentou-se com uma admirável postura e atitude em palco que desencadeou desde cedo as primeiras reacções da plateia.



Os Ritual seguiram-se e asseguraram uma estreia no Porto com uma actuação no mínimo soberba.
Com os temas de ‘Paper Skin’, último registo, a servir de base, os rapazes alemães arrecadaram definitivamente o título de banda da tarde e deram uma verdadeira lição de como se faz um bom concerto de hardcore sem qualquer tipo de ‘tretas’.
Os cerca de 20 minutos de concerto foram suficientes para deixar todos boquiabertos com tamanha intensidade que Julian Laur de Manos, vocalista, e companhia empregam ao vivo.
Que voltem depressa!



Dos expoentes máximos no que toca ao hardcore underground caótico, os Oathbreaker eram a banda mais aguardada da tarde.
Depois da prestação dos Ritual a tarefa de superar a actuação dos seus companheiros de estrada não era fácil e as coisas começaram mal e assim se mantiveram durante o concerto.
Aos primeiros acordes de ‘Origin’, Gilles Demolder, baixista, enfrentou alguns problemas e o tema foi interpretado sem baixo. Como se não bastasse, o microfone teimou em falhar constantemente, não deixando a jovem vocalista Caro Tanghe expor da melhor forma os seus grandiosos ‘growls’.
Contudo, os problemas não pareceram incomodar os presentes que reagiram aos temas de ‘Maelstrøm’, ajudando o colectivo belga a assegurar uma actuação positiva.
Venham mais tardes assim!



Agradecimentos:
Shut Up And Play

Reportagem ImagemDoSom - Mais fotos aqui.

Commentaires

Ajouter un commentaire. Connectez-vous à Last.fm ou inscrivez-vous (c'est gratuit).