Articles

RSS
  • Danced all night, slept all day

    14 nov. 2008, 4h10m

    De volta ao blog, com mais uma história feliz de show. Dessa vez, Maroon 5, banda que curto há beeeem mais tempo que KT, e que espero o show há beeem mais tempo também. Mas quem liga? Vamos ao que interessa.

    27 de setembro fui lá comprar o ingresso. Era pro bolso ter doído, mas eu estava completamente anestesiada pela emoção de ter o "ingresso pro paraíso", como chamaram, em minhas mãos. Foi para o lugar mais seguro da casa, e de lá só saiu para foto e pra me deixar cada vez mais ansiosa [retard, que fica olhando o ingresso e imaginando mil coisas].

    O tempo passando, idéias surgindo [e sendo colocadas em prática], o tempo VOANDO. Nesse meio tempo, show da KT [e a depressão depois] me tiraram da tensão PRÉ Maroon 5, eu tava legal, na verdade nem escutava muitas músicas deles... O tempo foi passando, a ficha foi caindo [muito devagar, vale registrar]. É, eu parava e pensava "hey, Maroon 5 aqui? UHAUHAUHAUHAHUHAUHA ok, acho que tô atrasada já, despertador tocando kd?", mas o despertador não tocava e lá estava eu, olhando o ingresso de novo. Foi impressionante a quantidade de idéias pseudo-geniais [que exigiam tempo] que surgiram, hmmm, TRÊS dias antes do show. Tudo foi realizado. Correndo, mas ficou tudo prontin =]]

    Dia 1º de novembro, 6 dias antes do show, rolou encontro com a galera da comunidade, zuper divertido, pegamos nossas camisetas, foi MARA.

    - Nossas camisetas *-*

    Dia 6, tensão TOTAL! Ir pra estágio antes do show DA VIDA, gente, como assim, quem consegue? Eu né, fazer o que [todo mundo consegue, mas tem que dar uma dramatizada xD].

    Dia 7. GENTEEEEEEEEE SOCOOOOOOORROOOOOOOO! Eu acordei até cedo, não conseguia mais dormir, e também tinha 300 mil coisas pra terminar. Jéssica veio pra cá, deu apoio moral, bls. Tinha marcado com a Jessyca e com o Luiz [whooo???] 15:30, e 15:30 eu tava de boa na lagoa fuçando o orkut do pessoal [MENTIRAAAAA]. A tensão só aumentava só aumentava só aumentava. Passou um tempo, FINALMENTE chegamos na Arena, vi o Léo pessando e queria sair logoooo do carro pra falar com as pessoas e poder, sei lá, pular pra acalmar um pouco [?], mas não dava e aaaaaaaaahhh a Jessyca tipo mãe "calma Tati, você vai falar com tooodo mundooo..." [morri?]. UMA ETERNIDADE depois eu saí do carro, acho que fui correndo falar com a Pan e o Marlon, nossa, como foi bom encontrá-los. A tensão diminuiu um pouco quando eu já tava ali e não podia mais fazer muita coisa.

    A fila foi zuuuuuper divertida! Assinei a bandeira, conversei com mil pessoas, tirei foto lá no "meio do mato" com um cartaz do show [genteee???], me contaram "babados" INCRÍVEIS [hmm, ok, Marlon e Pan iam conhecer o Maroon, só. e aquele abraço na Pan foi MUITO bom, que ela não leia isso xD], ri horroreeees da Tia de Vermelho, enfim, assim o tempo passou até as 19h.


    - Tia de Vermelho, a graça da fila!

    Pouco antes de 19h começaram os corinhos de "Abre! Abre!". Acho que lá pra 19:10 [olha, quanto tempo ¬¬] abriram o portão. Acho que foram entrando grupos de 10 em 10, nossa, CORREMOS MUUUUUUITOOOO, e o pior, tinha uma rampa ABSURDA lá! Eu já tinha atravessado o espaço lá, comecei a subir a rampa e a morrer... Olho pra trás, tem um garoto correndo loucamenteee, ia me ultrapassar com certeza. Tirei forças, do além, DO MEU AMOR PELO MAROON 5, sei lá, de algum lugar, mas consegui subir a rampa maldita correndo... Mas, como sou uma mula [¬¬] fui pra fila errada. Mas nem foi tão problemático, logo fui pra minha filinhas certa, fiquei atrás da Juliana, fã da Tunstall, e conversamos litros, foi legal. Ah, passamos uns 40min nessa segunda fila.

    Fui revistada/assediada [GENTE??], beleza. Tinha uma PULSEIRINHA VIP! Com toda minha simpatia [e ansiedade], fui batendo um papo com a moça-das-pulseiras, perguntei se tava escrito Maroon 5, ela falou que não, dei aquela reclamadinha de brimks, zuper tranks. Acabado o momento-pulseirinha, lá fui eu em busca da pista com Jessyca e Luiz. GENTEEE, MAAAAAAAAAIS RAMPA! Pelo menos agora era descida, pensamos seriamente em ir rolando [-n]. Chegamos num espaço que parecia a Koni Store, com luzes meios vermelhas, laranjas, sei lá. Era o bar e uma barraquinha com coisas do Maroon [tudo muito caro, óbvio], ficamos meio hipnotizados a princípio, mas voltamos ao foco: a pista. Chegamos lá, vimos um grupin de pessoas, eu já ia reclamar "ah, não vamos ficar na grade" quando um cara chama e fala "é por aqui". Sério, eu devo ter feito a mesma cara que o mulequinho d'A Creche do Papai faz quando ganha dinheiro! Encontrei o pessoal da comunidade lá, de novo. Não fiquei na grade, mas fiquei na "2ª fileira", tava absurdamente bom, perfeitooo, eu tava mais pro meio, em frente ao microfone, nossa! Mofamos mais um tempinho ali, socializando, ouvindo música do Maroon, cantando as músicas da caixa de som [boas até - entrei na pista ao som de Wonderwall, foi perfeito!], xavecando o waterboy [meu amooor *-*], normal.


    - Meu amoooor *-*

    As luzes apagaram DUAAAAAAAAAAS vezes, a galera gritou nas duas, achando que o show ia começar, mas nada... De repente, começa um ópera [?] bizarra, ninguém leva a sério, acho que falei algo como "poxa, as músicas estavam tão legais até agora". Tá lá Tatiana reclamando da música quando os 5 caras entram no palco! O primeiro que eu reparei foi o Jesse, com uma blusa coladinha bizarra! Depois deve ter sido o Adam, sei lá. Ele começou a fazer aqueles movimentos de maestro e eu gritando/babando horrores, não acreditando, de jeito nenhuuuum! Show começou com This Love, foi rolando, absurdamente bom, eu gritando absurdamente alto [óbvio], mas confesso que não lembro detalhes!

    Lembro que reparei no braço esquerdo do Adam contraindo, nas caras e bocas do James, na gotinha de suor escorrendo da testa do Adam, do Jesse meio excluído, mas lindo, lá atrás, do Mickey com uma camiseta tosca, do Matt tocando rindo [nossa, muito lindo *-*]; lembro que quase chorei em She Will Be Loved, que fiquei meio sem saber o que fazer em Tangled [não gosto e não sei a letra], que me animei MUITO em "we're only several miles from the sun", que fiquei meio "tentando adivinhar" o que ia acontecer, que já tava me irritando com a gorda que tava atrás de mim me empurrando, que gritei muito³ pedindo Must Get Out, que pseudo briguei com o Luiz por causa disso [hehe], que puxei o coro do refrão de MGO quando eles saíram pro bis, que gritamos "Marlon eu te amo!" quando ele voltou, que fiquei tentando conversar com ele e com Pan a distância, enfim, acho que lembro do necessário. O que eu não lembro, tenho fotos e vídeos pra me ajudar [e pra fazer a ficha cair - não foi sonho!].

    Quando acabou o show, minhas pernas tremiaaaaam, fui encontrar Pan e Marlon e, mais uma vez, o abraço [agora entre os 3] foi MUITO bom. Foi pra marcar aquele momento mesmo. Liguei pra Biquis, ainda não acreditando, andando de um lado pro outro pensando no que fazer, vendo as pessoas, procurando as pessoas, sei lá, eu estava confusa. Quando saímos, decidi imitar Marlon e Pan e comprar um pôster lá na barraquinha-de-coisas-caras-do-Maroon. Paguei 10 pila pelo pôster, caro, mas eu ia me arrepender depois se não comprasse. Estávamos morrendo de sede, eu pensando em comprar aquela água absurdaaa de cara, Pan não deixou [ainda bem!], encontramos um bebedouro e foi lindo beber água de graça enquanto os troxa pagaram o que, 4 reais xD


    - Eu, Pan, Marlon e os pôsters *-*

    A imagem da noite? Jesse olhando pra mim, CLARO! Ah, e se eu não disse antes, digo agora: o show foi perfeito.
  • Why the hell it means so much to me?

    1 nov. 2008, 4h44m

    Bem, não levo isso aqui a sério, primeiro por raramente olhar meu Last, segundo por não acreditar que alguém realmente pára pra ler esse tipo de coisa, mas vamos lá, existe algo que preciso registrar [mesmo com um atraso de, hmmm, 2 semanas?]

    Dia 16/10/2008, uma quinta-feira ensolarada, fui "aprender a fazer um show". Sim. Fui no show da KT Tunstall [atual segundo lugar no meu ranking-errado-do-Last, e antes que você pense que não sabe quem é, aviso: é aquela moça que canta Suddenly I See, a música do comercial da Claro!]. Que show PERFEITO!

    Mas vamos por partes: eu queria chegar lá no Canecão cedo, pra ficar curtindo a fila com a galera e pra ficar lááá na frente, mas não pude. Os portões abriam 20h, e 20h eu estava de boa na lagoa [mentira, tava desesperaaadaaaa] no Rio Sul. 20h e pouca fui pra lá, mas mesmo sabendo que poucas pessoas estavam na fila, estava com medo de não ficar lá na frente. Entrei na maior trnaquilidade e o lugar estava vaziooo. A grade, clarooo, estava cheia, mas eu fiquei, digamos, na "3ª fila". Conversei com uma galera muito legal [OI GENTE \o/] enquanto aguardava ansiosamente o show.

    As luzes apagaram, a galera ficou meio tensa, meio silenciosa... De repente, entram uns caras doidos, da banda de abertura [Udi e a Geral - não recomendo!]. Foi simplesmente a coisa mais bizarra que já vi! Enquanto eu esperava um show "pop-folk" [?], colocaram um show de reggae muito tosco, ninguém entendia o que era cantado e ficou nisso, o cara cantando numa língua estranha, pessoal conversando ainda, falando da KT quando de repente, não mais que de repente, começa um TANGO! E a cena mais surreal [ou não] da noite: o vocalista doido lá surgiu com uma rosa na boca, estilo Sidney Magal, sei lá. Quando as pessoas PENSARAM em rir, surgiu uma FAKE JOELMA, que, com seus cabelos amarelos, ninguém sabia se era homem ou mulher. Aí que o pessoal riu MUITOOOOOOOOOOOOO. Ah, com direito a peitinho da Joelma =]]

    Acabou o show do Udi [e da Geral também, rere], a paz [no caso, "paz", porque todo mundo tava teeenso] voltou ao Canecão.

    As luzes apagaram de novo. Uma voz do além falou qualquer coisa que eu, acompanhando a gritaria, não entendi. Um amigo que pretendia filmar [no caso, que filmou, porque ele conseguiu] não sabia pra que lado virar a câmera. E de não-lembro-qual-lado surgiu ela, a mulher mais esperada de nossas vidas [gente????]: KT Tunstall. Sério, não lembro direito como me senti naquele momento, só lembro que só conseguia gritar e provavelmente falei pro Igor "CARA, A KT!!!!!!!!!".

    O show começou com Little Favours que, confesso, não é das minhas preferidas. Mas ali no show, qualquer música que ela tocasse seria minha preferida. Nas mais animadas, eu pulava como não sei o que! Quando começou Someday Soon, tive aquele sentimento de dever cumprido, e comecei a [tentar] cantar [nossa, foi tão³ bom!]. Em Other Side Of the World, música famosa né, TODO MUNDO cantou, e eu, de pés no chão [hehe, pular nessa seria demais também], cantava o mais alto que podia, sentindo que todo mundo estava "junto comigo", que todos éramos um só [ok, menos]. Quando a KT parou de cantar e ficou só no "gogó da galera", nossa, deu vontade de cantar maaais alto!

    Entre uma música e outra, eu, a pessoa mais retard do show [hehe], puxava algum corinho. Gritei "YOU'RE BEAUTIFUUUL" no ritmo de James Blunt, pedi Heal Over e, como esquecer, gritei com os pessoal [tijucanos UHAUHAUHAUH] do meu lado "TIJUCAAA! TIJUCAAAA!". É, foi muito aleatório, mas eu queria mais era me divertir naquele show =]]

    Em Suddenly I See, eu gritava e pulava tanto, mas taaanto, que em alguns momentos fiquei sem fôlego... Quando ela tocou Silent Sea a pedido da galera, nossa, foi lindo! Quando ela falou com a gente [vááriaaas vezes, por sinal], nossa, tudo perfeito.

    Quando o show acabou, esperávamos falar com ela [porque o pessoal de São Paulo falou que depois do show ela deu autógrafos e tudo mais]. Eu tinha que ir embora, mas com certo esforço fiquei lá, numa fila que se formou, com uns novos-velhos amigos. Enquanto esperávamos a "mulher maravilha" [nossa, que tosco!], os integrantes da banda apareceram! Suuuupeeer simpáticos, deram autógrafo e tiraram fotos com todo mundo! Conforme a fila andava, a tensão aumentava, eu ia planejando 1001 coisas pra falar pra ela... Chegou minha vez. Estavam entrando grupos de 5 pessoas [sorte que eu já 'conhecia' os 4 que foram comigo]. Quando vi a KT ali, pertinho de mim, nossa, fiquei meio sem saber o que fazer! Quando fui cumprimentá-la confesso que fiquei até com um certo "medo", "medo" de chegar perto de uma pessoa tão importante e ao mesmo tempo tão distante na minha vida. Falei com ela, perguntei se ela gostava de Maroon 5, ela falou que não, mas de uma maneira muito fofa que nunca vou esquecer, e o pessoal começou a me zoar, e pediram pra tirarmos logo a foto. Foto tirada, antes de começar os autógrafos do pessoal, KT vira pra mim e pergunta "por que, você gosta?". MEU DEUS, eu fique tããooo surpresa que não sabia o que dizer, mas depois de alguns segundos [eternidade?], consegui responder que amo e esticar minha camisa pra pegar o autógrafo. Eu estava tãããoooo sem noção das coisas [o que já sou um pouco, mas sob tanta emoção piorou] que não pensei/não consegui pedir autógrafo no ingresso também, e foto só eu e ela [isso eu até pedi, mas foi pra um segurança mala; deveria ter pedido pra ela!]. Mas tudo bem, na foto do grupo ela colocou a mão no meu ombro, e ela prometeu que volta, e LOGO!

    Enfim, passei algum tempo com o que chamamos de Depressão Pós KT. Não conseguia ouvir outra coisa, só KT, só KT, só KT! Ficava triste lembrando do show, pois queria mais! Tô superando isso [hehe], e agora só me divirto com as lembranças do show, as lembranças da KT.

    Ela promoteu que volta. E prometeu tocar Heal Over. E eu estarei no show dela quando ela voltar! E pretendo falar tudo que eu não falei da primeira vez! =]]

    Silent Sea, no Rio *-*


    Nós e ela *-*
  • Blog? Oo

    23 mai 2008, 2h16m

    Que boiolice esse lastfm! xD

    Mas tá aqui, vou usar... Urrul, meu primeiro post!

    Esse treco aqui mente muito, não ouço Rihanna, muuuitooo menos Nothing Lasts Forever =P

    Enfim, vamos aos que interessa. Ritesta tá numa música do Maroon. Aceitável? Sim, mas a testa dela realmente atrapalha o andamento do clipe =// Que piriguetagem é aquela de ficar rolando na cama, chamando o Adam de meu bem e fazendo cara de pegael? Isso é MAROON 5! Não é uma bandinha qualquer que faz clipe estilo Furacão 2000, com água voando e faisquinhas toscas ¬¬ É, eles me decepcionaram =//

    O clipe, no fim das contas, tá aceitável pq apesar da piriguetagem da Ritesta, o Adam está extremamenteeee³ gato [pra variar, mas sei lá, ele tá iluminado nessa joça!], mas a música em si vamos combinar que não ficou das melhores. If I Never See Your Face Again já não era das minhas preferidas, agora que a testudona vai com sua voz de "pena-que-não-existe-cirurgia-pra-raspar-o-osso" interromper a linda voz do Adam [*____________*], piorou .-.

    Mas fazer o que. Daqui a pouco aparece IINSYFA, ft. Rihanna, entre as executadas, e não poderei ofender o lastfm pq será verdade.

    Sem mais. Qualquer dia volto pra comentar sobre mais alguma coisa inútil =]]

    If I Never See Your Face Again - Maroon 5 ft. Rihanna